• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel e IBP realizam palestra técnica sobre aplicação do ultrassom phased array em inspeção de ativos de geração

Detalhes: Notícias

Cepel e IBP realizam palestra técnica sobre aplicação do ultrassom phased array em inspeção de ativos de geração

24-06-2020

A pesquisadora do Cepel Heloisa Furtado e a bolsista de doutorado do Centro Nicole Villalva apresentarão a palestra “Phased Array no setor de energia”, no dia 02 de julho, às 11 horas, no âmbito da reunião da Comissão de Inspeção de Equipamentos do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP). O evento, aberto ao público em geral, será realizado através da plataforma Zoom.


No decorrer da palestra, estarão em pauta, dentre outros tópicos, o princípio do ultrassom, uma das principais técnicas de ensaio não destrutivo, o objetivo da inspeção phased array, suas vantagens e limitações, bem como suas adequações e aplicações no setor elétrico.
De acordo com Heloisa e Nicole, inicialmente o uso de sistemas de ultrassom phased array era limitado ao campo da medicina, devido à estrutura e composição previsível do corpo humano, facilitando, assim, a criação e a interpretação da imagem. Hoje, no entanto, suas aplicações se expandiram para diversos setores da indústria, a exemplo de inspeção de equipamentos no setor nuclear, de soldagem, óleo e gás e no setor elétrico. Neste último, é utilizado especialmente para inspeção de grandes peças e componentes em materiais metálicos nas termelétricas, mas com grande potencial para outras aplicações, como inspeção de pás de aerogeradores.


“Em 2018, os serviços de inspeção por ultrassom representarram mais de 30% da receita no mercado de ensaios não destrutivos. Espera-se que o segmento de teste por phased array cresça exponencialmente, pois não há a necessidade de interromper as operações de fábrica aumentando a produtividade”, ressaltam Heloisa e Nicole.


Embora os equipamentos de ultrassom phased array sejam mais caros do que os de ultrassom convencional e exijam mais complexidade nas calibrações e treinamento especializado dos operadores, são grandes as vantagens, comparando-se as duas técnicas. O ultrassom phased array possibilita maior velocidade de inspeção; controle computacional das varreduras; inspeções complexas; registro completo do resultado, por elemento e distância percorrida; e gravação dos dados em alta resolução.


Clique aqui para se inscrever para assistir à palestra.