• VOLTAR
  • Imprimir
  • ENVIAR
  • A+ A-
Itaipu recebe nova versão do SOMA, sistema de monitoramento de ativos do Cepel

Detalhes: Notícias

Itaipu recebe nova versão do SOMA, sistema de monitoramento de ativos do Cepel

26-09-2019

No início de setembro, o Cepel instalou uma nova versão do SOMA (Sistema Orientado ao Monitoramento de Ativos), na usina hidrelétrica de Itaipu, pertencente à Itaipu Binacional. Desde maio deste ano, o SOMA integra, oficialmente, o Matrix-UG, sistema de monitoramento e diagnóstico das 20 unidades geradoras da usina, que visa uma maior agilidade e precisão na identificação de anormalidades e prevenção de defeitos, e o consequente aumento na disponibilidade desses ativos.  Nessa nova versão,  o SOMA disponibiliza aos usuários três novos módulos importantes: de geração de relatórios de manutenção; de interface 3D do estator das máquinas 50Hz, e de extração de dados.

 

 

O pesquisador André Tomaz, gerente do projeto SOMA, assinala que o módulo de relatórios de manutenção, uma solicitação da Engenharia de Manutenção da hidrelétrica, tem como objetivo a geração automática de documentos a partir dos dados aquisitados pelo SOMA.  

 

 

Já a interface 3D do estator das máquinas de 50Hz, desenvolvida pela empresa AIS em parceria com a parte brasileira do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), possibilita a navegação interativa no estator e envolve diversos sensores, exibindo, em tempo real, os dados aquisitados por eles.

 

 

André ainda explica que, com o objetivo de implementar a funcionalidade de diagnóstico dos geradores monitorados pelo SOMA, está sendo desenvolvido um modelo de falhas que correlaciona as medições dos sensores a prováveis falhas dos equipamentos, utilizando uma ferramenta de diagnóstico offline.  Para isso, foi instalado um extrator de dados específico, que permite a recuperação dos valores dentro de uma janela de tempo de interesse para a análise.

 

 

Diagnóstico online e prognóstico

 

Os próximos passos da evolução do SOMA consistem na integração de um sistema de diagnóstico em tempo real e na construção de um digital twin do gerador – um equivalente matemático do equipamento que poderá ser usado para estudos e simulações do comportamento da máquina.

 

O sistema auxiliará os gestores da Engenharia de Manutenção de Itaipu na avaliação do estado das máquinas e tomadas de decisões. Para isso, o sistema deverá contar com um modelo matemático capaz de descrever o comportamento mecânico das máquinas geradoras (rotmef) e um modelo matemático de falhas.

 

 

Sobre o SOMA

 

O SOMA é uma plataforma Web para monitoramento de ativos que abriga um leque crescente de soluções desenvolvidas pelo Cepel para o diagnóstico preditivo de equipamentos elétricos. O sistema fornece subsídios aos profissionais de Engenharia de Manutenção para o planejamento de suas ações com base na condição online dos equipamentos monitorados.

 

Além de André Tomaz, integram a equipe do projeto SOMA os pesquisadores do Cepel  Renato de Oliveira Rocha, Monique da Cruz Benevenuto e Bruna de Andrade Bastos Fonseca, bem como o físico João Antônio Ferreira (PUC-Rio), o engenheiro eletrônico Diogo Rafael Correa Marques (MindTek) e a bacharel em Sistemas de Informação Vanessa Brandão dos Santos (MindTek).