• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel apresenta novas funcionalidades do programa computacional ANAREDE a engenheiros da EPE

Notícias

Cepel apresenta novas funcionalidades do programa computacional ANAREDE a engenheiros da EPE

13-12-2018

No início de dezembro, a equipe de desenvolvimento do programa computacional ANAREDE (Programa de Análise de Redes) apresentou, por solicitação da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), as funcionalidades de automatização do cálculo da margem de transmissão e de avaliação de segurança estática de sistemas elétricos de potência a engenheiros da empresa. A apresentação foi realizada na sede da EPE.

 


Na avaliação do engenheiro Daniel José Tavares de Souza, da Superintendência de Transmissão de Energia da EPE, o encontro foi bastante produtivo, pois permitiu conhecer em maiores detalhes as ferramentas e identificar, de forma mais objetiva, suas potenciais aplicações nos estudos de planejamento.

 


Daniel comenta que, com relação ao cálculo automático de margem de injeção de potência ativa, embora a EPE não seja responsável por calcular os valores de margem utilizados em determinadas modalidades dos leilões de energia, essa funcionalidade terá aplicação direta na realização de estudos prospectivos relacionados ao escoamento de potenciais de geração. “Com o cálculo de margem realizado de forma automática, o planejador poderá verificar o desempenho das alternativas de expansão em análise, identificando, de forma mais rápida e prática, os ganhos de margem propiciados pelas alternativas de expansão, o que permitirá verificar se a expansão em estudo está aderente ao potencial de geração vislumbrado para a região de análise”, acrescenta.

 


“No que diz respeito à funcionalidade para avaliação de região de segurança estática, identifico um grande potencial de aplicação nos estudos de planejamento, sendo uma importante ferramenta de diagnóstico do sistema, que permitirá avaliar a robustez do sistema planejado diante de diferentes cenários de incertezas, tais como expansão da geração, topologia da rede, evolução da carga, etc”, complementa o engenheiro.

 


O pesquisador Renan Fernandes, do Departamento de Redes Elétricas (DRE) ressalta que, além da agilidade na realização dos estudos que dão suporte aos leilões de energia, o cálculo automático da margem de transmissão permite a fácil reprodução dos estudos e a geração dos resultados das notas técnicas, minimizando contestações por parte dos agentes. “Acreditamos que a ferramenta tenha grande potencial de utilização pela EPE”, pontua a pesquisadora Paula La Gatta (DRE).

 


O pesquisador Flávio Alves (DRE) assinala que “o contato direto entre desenvolvedores e usuários favorece uma maior interação, possibilitando não só o conhecimento detalhado das novas funcionalidades desenvolvidas, mas também a correta avaliação de sua aplicabilidade na solução dos problemas particulares de cada empresa”.

 

As novas funcionalidades

 


A funcionalidade de automatização do cálculo da margem de transmissão foi desenvolvida entre junho de 2017 e julho de 2018, de acordo com especificações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), responsável pela confecção das notas técnicas que subsidiam os leilões de energia. A disponibilização da nova funcionalidade à comunidade de usuários do programa ocorreu no início de novembro deste ano, com a liberação da versão 10.3.0 do programa ANAREDE.

 


Já a funcionalidade para avaliação de segurança estática vem sendo desenvolvida desde 2012, de acordo com a disponibilidade da equipe de desenvolvimento. O objetivo, a médio prazo, é dotar o SAGE (Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia), desenvolvido pelo Cepel, de um módulo de avaliação de segurança, que também incluirá funcionalidades de avaliação de segurança dinâmica e a pequenos sinais.