• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel conquista seis prêmios no XXIV SNPTEE

Notícias

Cepel conquista seis prêmios no XXIV SNPTEE

17-11-2017

Pesquisadores do Cepel conquistaram seis prêmios no XXIV Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica (XXIV SNPTEE), realizado de 22 a 25 de outubro, em Curitiba. Considerado o mais importante evento nas áreas de geração e transmissão de energia do país, o encontro, promovido pelo Cigré-Brasil, reuniu mais de 1.500 profissionais de instituições, empresas, universidades e centros de pesquisa para discutir novas tecnologias para o setor.

 

 

A organização do SNPTEE premiou os três melhores artigos de cada um dos 16 grupos de estudo que compõem a estrutura temática do Seminário. A escolha foi feita pelos participantes do evento. Ao todo, o Cepel recebeu três prêmios de primeiro lugar; dois de segundo colocado e um de terceiro, em cinco diferentes áreas (grupos). Um resultado expressivo dado o alto nível dos trabalhos apresentados por especialistas de todo o Brasil. Este ano, os pesquisadores do Centro apresentaram 56 trabalhos, distribuídos por 14 dos 16 grupos de estudo.

 

Cada grupo de estudo é voltado para um segmento específico das áreas de produção e transmissão de energia. Neles estão contemplados diferentes temas como Linhas de Transmissão, Geração Hidráulica, Desempenho de Sistemas Elétricos e Impactos Ambientais, entre outros. Os artigos apresentados discutem e buscam soluções para as demandas tecnológicas do setor.

 

Segundo o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Cepel, Raul Balbi Sollero, a abrangência da participação do Centro refletiu a multidisciplinaridade de atuação, que é uma das principais características do Cepel.

 

“A participação de pesquisadores de todos os oito departamentos técnicos do Cepel integrou este esforço para manter nosso pessoal atualizado com todas as tendências e expectativas do setor e para divulgar nossos produtos e capacidades, principais objetivos de eventos como o SNPTEE”, explicou Raul Sollero.

 

Artigos trazem contribuições para diferentes áreas

 

 

Entre os trabalhos do Cepel premiados nesta edição do SNPTEE está o artigo “Eficiência e Integração Energéticas na Conjugação de Biorrefinarias e Geração Distribuída de Energia Elétrica a partir de Fontes Renováveis”, que conquistou o primeiro lugar no Grupo de Estudo de Produção Térmica e Fontes Não Convencionais (GPT). O trabalho é de autoria do pesquisador José Geraldo de Melo Furtado, do Departamento de Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar (DME) do Cepel.

 

José Geraldo destaca o crescente interesse que as biorrefinarias e a bioenergia têm despertado no Brasil e no mundo. “Atualmente, as biorrefinarias têm sido vistas como as melhores oportunidades de integração material-energética a partir do processamento eficiente e sustentável de recursos biomássicos. O artigo procurou mostrar as boas perspectivas para o Brasil nessa área, já que biomassas e atividades agroindustriais têm destaque no país”, explicou o pesquisador.

 

No Grupo de Estudo de Aspectos Técnicos e Gerenciais de Manutenção (GMI), o primeiro lugar coube ao artigo “Avaliação de desempenho, produtividade e custos de tecnologias de proteção anticorrosiva para estruturas enterradas de linhas de transmissão”. A autora principal do trabalho é a pesquisadora Cristina da Costa Amorim, também do DME, que atua no Laboratório de Corrosão do Cepel.

 

 

O artigo avaliou diferentes sistemas de proteção anticorrosiva para recuperação de perfis de fundações de torres de linhas de transmissão que ficam em contato direto com o solo. “O trabalho reúne informações sobre o desempenho anticorrosivo de diferentes esquemas de pintura, a produtividade no que se refere ao processo de aplicação e o custo associado a cada um deles”, explica Cristina Amorim, que participou do SNPTEE pela primeira vez.

 

O Cepel obteve as duas primeiras colocações do Grupo de Estudo de Operação de Sistemas Elétricos (GOP). O primeiro lugar foi conquistado pelo artigo “Avaliação do uso de informação de chuva para previsões de vazões no planejamento da operação de curto prazo”, cujo autor principal é o pesquisador Juan Pereira Colonese, do Departamento de Otimização Energética e Meio Ambiente (DEA).

 

O artigo representa o núcleo principal da dissertação de mestrado defendida por Juan Colonese, no fim de 2016, no programa de Engenharia Civil da Coppe/UFRJ. “O trabalho apresentado no SNPTEE busca examinar com detalhes a qualidade das previsões de chuva de um modelo atmosférico operacional do CPTEC/INPE e relacionar a forma de utilização dessa informação dentro do modelo PREVIVAZH, desenvolvido pelo Cepel”, explicou o pesquisador do DEA.

 

 

 

Trabalhos apresentam inovações tecnológicas

 

A segunda colocação do GOP ficou com o artigo “Integração de uma ferramenta de SSA ao Sistema EMS”, cujo autor principal é o pesquisador Marcelo Rosado da Costa, do Departamento de Automação de Sistemas (DAS). O objetivo do trabalho foi descrever a integração da função RTMO (Real-Time Monitoring of Oscillations) do PacDyn ao sistema SAGE EMS, de modo a permitir a avaliação de segurança dinâmica a pequenos sinais (Small-Signal Security Assessment - SSA) de sistemas de potência, onde modos de oscilação podem ser monitorados em tempo real.

 

 

O pesquisador destacou as características do trabalho. “A avaliação de segurança – estática e dinâmica – do sistema elétrico em tempo real é uma ferramenta capaz de identificar possíveis situações inadequadas da operação e de auxiliar na tomada de decisão dos operadores. Além disso, o trabalho apresentado sobre o uso da avaliação de segurança dinâmica a pequenos sinais é inovador e relevante na operação de sistemas de potência em tempo real”, explicou Marcelo Rosado.

 

No Grupo de Estudo de Análise e Técnicas de Sistemas de Potência (GAT), o Cepel obteve o segundo lugar com o artigo “Avaliação pós-operativa de oscilações naturais do Sistema Interligado Nacional utilizando dados de tempo real”, cujo autor principal é o pesquisador Sergio Gomes Junior, do Departamento de Redes Elétricas (DRE).

 

“A proposta do artigo foi utilizar um sistema computacional de monitoração online de oscilações naturais – que faz a integração dos programas PacDyn e SAGE – para fazer a análise de pontos de operação passados. O objetivo é identificar os períodos do dia em que o sistema estaria inseguro, para estudar soluções e realizar um melhor planejamento da operação, com menores riscos de corte de energia”, explicou Sergio Gomes.

 

O Cepel conquistou, ainda, o terceiro lugar no Grupo de Estudo de Proteção, Medição, Controle e Automação em Sistemas de Potência (GPC), com o artigo “PMUs como elementos de medição para o setor elétrico: desempenho em testes de referência e simulação em tempo real”. O autor principal é o pesquisador José Eduardo da Rocha Alves Junior, do Departamento de Tecnologia de Distribuição (DTD).

 

“O aspecto mais importante do trabalho é a inovação que ele traz. Até onde vai nosso conhecimento, são raros os trabalhos que correlacionam calibração de unidades de medição fasorial com simulação em tempo real destes equipamentos. Esta contribuição é importante, na medida em que enfatiza a necessidade de calibração de unidades de medição fasorial antes de sua instalação em campo”, explicou José Eduardo.

 

O diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação fez um balanço positivo da participação do Cepel no evento. “Esta edição do SNPTEE ficou marcada pela participação intensa e destacada da delegação do Cepel, tanto pela qualidade e relevância das contribuições técnicas, reconhecidas pelo número de premiações, quanto pela postura proativa de todos, que assumiram o compromisso de buscar maior contato com nossos potenciais parceiros e clientes do setor elétrico”, afirmou Raul Sollero.

 

Pesquisador do Cepel participará da Bienal do Cigré em Paris

 

A organização do SNPTEE sorteou, entre os primeiros colocados dos 16 grupos de estudo, uma passagem aérea para participação na Sessão Bienal do Cigré, em Paris, em agosto de 2018. O sorteado foi o pesquisador José Geraldo Furtado, do DME. Nessa Bienal ocorrerá a posse do diretor-geral do Cepel, Marcio Szechtman, como coordenador do Conselho Técnico do Cigré Internacional.
“Os pesquisadores do Cepel tiveram participação de destaque nas apresentações e debates dos informes técnicos. A importância da atuação do Centro foi bem percebida tecnicamente por meio da divulgação dos trabalhos premiados, feita para todo o público presente na cerimônia de encerramento e no site do evento”, destacou o diretor de Laboratórios e Pesquisa Experimental do Cepel, Orsino Borges de Oliveira Filho.

 

Pesquisadores de todos os departamentos do Cepel se revezaram no estande das empresas Eletrobras fazendo apresentações sobre os softwares, projetos e linhas de pesquisa desenvolvidos no Centro. “As apresentações técnicas realizadas pelos pesquisadores nos intervalos das sessões técnicas foram uma iniciativa diferenciada da participação do Cepel nesta edição do SNPTEE”, afirmou Orsino Borges Filho.

 

A programação da 24ª edição do SNPTEE contou, ainda, com o I Fórum de Mulheres do Cigré, que discutiu a participação feminina na engenharia, na pesquisa e no setor elétrico. Uma das convidadas do evento foi a pesquisadora Katia Cristina Garcia, do Departamento de Otimização Energética e Meio Ambiente (DEA), que proferiu a palestra “Sustentabilidade: um caminho iluminado pela energia feminina”, no dia 25 de outubro.

 

O Cepel participou do XXIV SNPTEE ao lado das demais empresas Eletrobras e da Memória da Eletricidade. Este ano, a delegação do Cepel reuniu 48 profissionais, entre técnicos e pesquisadores, tendo oito destes atuado como relatores especiais dos grupos técnicos. Promovida pelo Cigré-Brasil, esta edição foi coordenada pela Copel. Eletrobras, Chesf, Eletronorte e Itaipu Binacional fizeram parte do grupo de empresas que patrocinou o evento.

 

Saiba mais sobre os trabalhos do Cepel premiados no XXIV SNPTEE:

 

Grupo de Estudo de Produção Térmica e Fontes Não Convencionais (GPT)
Colocação: 1º Lugar

Título: “Eficiência e integração energéticas na conjugação de Biorrefinarias e Geração Distribuída de Energia Elétrica a partir de fontes renováveis”
Autor: José Geraldo de Melo Furtado (DME/Cepel)
Resumo: o artigo faz uma análise acerca do binômio formado por geração de energia elétrica e produção de compostos químicos resultante da conjugação das biorrefinarias com as potencialidades da geração distribuída em função da integração de tecnologias de processamento de materiais biomássicos e de geração de energia.

 

Grupo de Estudo de Aspectos Técnicos e Gerenciais de Manutenção (GMI)
Colocação: 1º Lugar

Título: “Avaliação de desempenho, produtividade e custos de tecnologias de proteção anticorrosiva para estruturas enterradas de linhas de transmissão”
Autor principal: Cristina da Costa Amorim (DME/Cepel)
Coautores: Alberto Pires Ordine (DME/Cepel), Marcos Martins de Sá (DLF/Cepel) e Wendell Porto de Oliveira (Furnas).
Resumo: realizado em conjunto com Furnas, o trabalho avaliou diferentes sistemas de proteção anticorrosiva para recuperação de perfis de fundações de torres de linhas de transmissão que ficam em contato direto com o solo, contemplando uma investigação de desempenho anticorrosivo, de produtividade e custos envolvidos nas tecnologias estudadas.

 

Grupo de Estudo de Operação de Sistemas Elétricos (GOP)
Colocação: 1º Lugar

Título: “Avaliação do uso de informação de chuva para previsões de vazões no planejamento da operação de curto prazo”
Autor principal: Juan Pereira Colonese (DEA/Cepel)
Coautores: Luciano N. R. Xavier, Maria Elvira P. Maceira e Jorge M. Damazio (DEA/Cepel) e Otto C. Rotunno Filho (Coppe/UFRJ).
Resumo: o artigo avalia o impacto das previsões de chuva obtidas pelo modelo atmosférico ETA nos erros das previsões de vazões do modelo PREVIVAZH – desenvolvido para fornecer previsões diárias para o planejamento de curto prazo – em quatro bacias da Região Sul. De forma geral, o trabalho mostra que a abordagem adotada pelo PREVIVAZH é pouco sensível aos erros contidos nas previsões de chuva.

 

Colocação: 2º Lugar
Título: ”Integração de uma ferramenta de SSA ao sistema EMS”
Autor principal: Marcelo Rosado da Costa (DAS/Cepel)
Coautores: Thiago José Masseran e Sergio Gomes Junior (DRE/Cepel)
Resumo: o artigo descreve a integração da função RTMO (Real-time Monitoring of Oscillations) do PacDyn ao sistema SAGE EMS, de modo a permitir a avaliação de segurança dinâmica a pequenos sinais (Small-signal Security Assessment–SSA) de sistemas de potência, onde modos de oscilação podem ser monitorados em tempo real.

 

Grupo de Estudo de Análise e Técnicas de Sistemas de Potência (GAT)
Colocação:
2º Lugar

Título: “Avaliação pós-operativa de oscilações naturais do Sistema Interligado Nacional utilizando dados de tempo real”
Autor principal: Sergio Gomes Junior (DRE/Cepel)
Coautores: Marcelo Rosado da Costa (DAS/Cepel), Neyil Hamilton M. Soares e Héctor Andrés Rodriguez Volskis (ONS), Nicolas Abreu Rocha Leite Netto e Thiago José Masseran (DRE/Cepel), e Paulo Eduardo Martins Quintão (ONS)
Resumo: o artigo mostra a utilização de um sistema computacional de monitoração online de oscilações naturais na análise de pontos de operação passados, a fim de identificar os períodos do dia em que o sistema estaria inseguro. O objetivo é estudar soluções e realizar um melhor planejamento da operação, com menores riscos de corte de energia. O sistema utiliza os programas PacDyn e SAGE integrados.

 

Grupo de Estudo de Proteção, Medição, Controle e Automação em Sistemas de Potência (GPC)
Colocação:
3º Lugar

Título: “PMUs como elementos de medição para o setor elétrico: desempenho em testes de referência e simulação em tempo real”
Autor principal: José Eduardo da Rocha Alves Junior (DTD/Cepel)
Coautores: Cesar J. Bandim, Celia R.S. H. Lourenço, Tiago F. Moraes, Julio Cesar R. dos Santos, Oscar A. S. Rueda (DTD/Cepel), Leonardo P. Almeida (DRE/Cepel), Leonardo N. Vilela (PUC-Rio), Alex J. C. Mello (DTD/Cepel) e Igor F. Visconti (DAS/Cepel).
Resumo: o artigo apresenta alguns resultados dos testes de referência realizados no LabPMU do Cepel com unidades PMUs de diferentes fabricantes, enfatizando a necessidade de verificação da configuração correta, importante para a adequação dos equipamentos à norma IEEE C37.118-1:2011. Demonstra que é possível prever o comportamento de PMUs em um sistema elétrico a partir dos resultados obtidos nos ensaios de laboratório.