• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel implanta, em Furnas, seu primeiro sistema integrado ao SAP ERP

Notícias

Cepel implanta, em Furnas, seu primeiro sistema integrado ao SAP ERP

06-09-2017

O Cepel concluiu, em julho, a integração de seu Sistema de Análise e Diagnóstico de Equipamentos (DianE) ao sistema integrado de gestão empresarial (SAP ERP) de Furnas. Esta foi a primeira vez que um programa computacional do Centro foi integrado ao SAP ERP. Uma ação significativa e que antecipa uma tendência, diante da criação pela holding, em 2017, do Programa de Implantação do Sistema ERP (ProERP) nas empresas Eletrobras.


Desenvolvido pelo Cepel para auxiliar as empresas na busca de maior confiabilidade e disponibilidade operativa, o software DianE reúne informações relativas à manutenção de equipamentos de transmissão, como transformadores de potência, reatores, disjuntores, chaves seccionadoras, para-raios, buchas e comutadores. Sua arquitetura permite agregar outros equipamentos e técnicas de análise de desempenho conforme o interesse de cada empresa. A integração vai proporcionar um aproveitamento ainda melhor do DianE como ferramenta de gestão, análise e diagnóstico do estado dos equipamentos utilizados em subestações de alta tensão e usinas. A partir de agora, o programa estará incorporado e sincronizado com a principal base de dados no gerenciamento de ativos de Furnas.

Já o SAP ERP foi concebido pela SAP, empresa alemã de softwares corporativos, e reúne em uma única solução os principais processos de negócios de uma empresa, tais como: contabilidade, finanças, recursos humanos e manutenção, entre outros. Basicamente, ele se propõe a facilitar o fluxo de informações, em tempo real, entre todos os departamentos da empresa, integrando as atividades e automatizando processos da gestão empresarial.


Processo trouxe vantagens: inserção de dados foi automatizada

O processo de integração consistiu em buscar no banco de dados do SAP ERP as informações de interesse dos usuários do Sistema DianE, técnicos e engenheiros que lidam diariamente com manutenção de equipamentos nas empresas. As informações de interesse disponíveis no SAP ERP são dados cadastrais de equipamentos, locais onde estes estão instalados e dados de ensaios, por exemplo.

 

Solicitada pela Gerência de Gestão e Monitoramento de Ativos de Furnas, a integração trouxe vantagens. Com ela, o processo de inserção de dados no DianE passou a ser automatizado, poupando tempo dos usuários e gerando uma base de dados completa e sempre atualizada. ”Antes, a inserção era feita de modo manual, demandando muito tempo dos usuários devido ao grande volume de dados envolvido. Adicionalmente, era complicado manter a base de dados atualizada e, como qualquer cadastro manual, era sujeita a eventuais erros de digitação pelos usuários”, explicou o pesquisador do Departamento de Linhas de Transmissão e Equipamentos (DLE) Christian Ducharme, gerente do projeto DianE.

 

Por ser uma atividade inovadora no Cepel, aliada à dificuldade de não contar com um sistema SAP no Centro para testes e desenvolvimentos, a equipe do DianE trabalhou mais de dois anos para desenvolver, testar e homologar esta solução em parceria com Furnas. ”A conclusão do trabalho só foi possível graças ao empenho das equipes do Cepel e de Furnas. Para o processo de integração, foi fundamental a participação dos técnicos e engenheiros de Furnas , como Alexandre Ramis, Leandro Lima, João Batista Lopes, Jamil Oliveira, Maurício Faiad, Ana Cristina Borges e toda equipe de banco de dados e SAP de Furnas”, afirmou Christian

 

Estão programadas novas etapas até o fim de 2017

 

Coordenada por Christian, a equipe que trabalhou na integração com o SAP ERP de Furnas contou, também, com os pesquisadores Bruna Fonseca e Clayton da Mata, ambos do DLE, e com o analista de TI Christian Stipursky.

 

“Essa foi a primeira integração de um sistema desenvolvido no Cepel com o sistema SAP ERP, o que para nós foi uma grande conquista. Principalmente considerando que o SAP ERP será implementado em todo o sistema Eletrobras. O DianE antecipou essa tendência em parceria com Furnas. Entendemos com isso que essa integração, além de atender às necessidades do usuário, servirá como piloto para implementações futuras dentro do Cepel”, afirmou Christian. Segundo ele, atualmente utilizam o DianE, as seguintes empresas Eletrobras: Furnas, Eletronorte, Eletrosul, Eletronuclear, Distribuição Amazonas e Distribuição Rondônia.

 

O processo de integração terá novas etapas. Atualmente, contempla os dados cadastrais de todos os equipamentos e os seus dados de ensaios periódicos. A próxima etapa, prevista para ser concluída até dezembro de 2017, vai também importar as informações sobre notas, ordens e planos de manutenção.

 

”Podemos dizer que nosso primeiro objetivo de integração foi atingido. Hoje o sistema DianE oferece uma integração inovadora com as principais bases de dados no gerenciamento de ativos nas empresas Eletrobras: o SAP ERP e o Sage (Sistema Aberto de Gerenciamento de Energia), também desenvolvido pelo Cepel“, concluiu Christian Ducharme.