• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Cepel promove treinamento sobre programa computacional PacDyn

Notícias

Cepel promove treinamento sobre programa computacional PacDyn

08-10-2018

O Departamento de Redes Elétricas (DRE) do Cepel realizou, entre 11 e 14 de setembro, mais uma edição do treinamento no programa computacional PacDyn, voltado ao estudo da estabilidade a pequenos sinais de sistemas de potência por meio da análise modal. O curso contou com a participação de 20 estudantes e engenherios das seguintes empresas e instituições: Eletrobras, Furnas, Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Cepel, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Instituto Militar de Engenharia (IME), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).


O PacDyn pode ser amplamente usado pelos agentes setoriais no Brasil, em análises complementares à do programa ANATEM, que é utilizado em estudos de estabilidade transitória. O pesquisador Thiago Jose Masseran Antunes Parreiras, um dos desenvolvedores do programa e instrutor do treinamento, relata os inúmeros benefícios que o PacDyn proporciona aos profissionais envolvidos em estudos de estabilidade de sistemas de potência. De acordo com ele, o PacDyn permite a detecção de problemas de amortecimento em oscilações naturais de sistemas de potência, a identificação dos equipamentos responsáveis por essas oscilações e a solução desses problemas, através, por exemplo, da melhoria de ajustes de controladores utilizados nos componentes do sistema ou da instalação de outros componentes na rede elétrica, como, por exemplo, equipamentos FACTS.


“Dessa forma, explica Thiago, é possível operar o Sistema Interligado Nacional com mais segurança, ou seja, sem a presença de oscilações eletromecânicas com baixo amortecimento”. O pesquisador acrescenta que o programa vem sendo bastante utilizado no exterior, em países como Estados Unidos e Noruega, o que demonstra a confiabilidade do PacDyn e de seus resultados.


A respeito das funcionalidades do programa apresentadas no treinamento, Thiago destaca: “Dos recursos mais recentes utilizados no curso, tem-se o emprego do novo PlotCepel [programa computacional auxiliar para visualização de grandezas elétricas, também desenvolvido pelo Cepel], com uma aparência mais moderna e dinâmica na visualização de resultados; a utilização da integração PacDyn-ANATEM, onde as simulações não lineares já podem ser diretamente realizadas a partir da interface gráfica do PacDyn, trazendo um maior dinamismo à utilização do programa; e a análise de múltiplos cenários com consideração de contingências que automatizam a simulação das funções do PacDyn para uma grande quantidade de casos”.


Na avaliação do analista de Pesquisa Energética da EPE, José Filho da Costa Castro, o PacDyn é uma ferramenta muito versátil, útil para diversas análises envolvendo a estabilidade a pequenos sinais de sistemas elétricos, tal como a avaliação de polos e zeros das funções de transferência dos equipamentos de sistemas elétricos (para detectar pontos de operação com oscilações mal amortecidas e/ou instáveis). Outra funcionalidade muito interessante do programa, segundo o analista, é o projeto automático de estabilizadores (PSS).


Para David Rodrigues Parrini, trainee da Gerência de Estudos Especiais da Diretoria de Planejamento do ONS, o PacDyn é uma ferramenta diferenciada. “A sua interface é intuitiva e orientada aos estudos a que se propõe e ao projeto de controladores”, afirma. Ele acrescenta que o treinamento oferecido pelo Cepel possui uma boa progressão e aborda as mais diversas funcionalidades da ferramenta, não se limitando a algum problema específico. “A equipe é bem experiente e sensível ao nível de conhecimento dos participantes. O curso me ajudou a ter um entendimento global da ferramenta, facilitando a adoção dela na minha rotina de trabalho”, finaliza.


Além de Thiago Jose Masseran Antunes Parreiras, integram a equipe de desenvolvimento do PacDyn os pesquisadores Sergio Gomes Junior, gerente do projeto, e Tiago Santana do Amaral.


Saiba mais sobre o Ciclo Anual de Cursos do DRE.