• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Especialistas discutem perspectivas da energia eólica na América Latina em workshop

Notícias

Especialistas discutem perspectivas da energia eólica na América Latina em workshop

22-09-2017

As perspectivas de crescimento do uso da energia eólica no Brasil e em países vizinhos e o papel dessa fonte na integração energética regional. Estes foram alguns dos aspectos discutidos no workshop “Perspectivas de cooperação regional para o desenvolvimento da energia eólica na América Latina – potencial técnico-econômico de geração”. O evento, realizado nos dias 28 e 29 de agosto na Unidade Fundão do Cepel, foi promovido pelo Centro e pelo Bracier (Comitê Brasileiro da Cier - Comissão de Integração Energética Regional), contando com apoio da Eletrobras e da Cier e com patrocínio do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

 

A cerimônia de abertura do workshop contou com a presença do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Eduardo Azevedo, e do diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Cepel, Raul Balbi Sollero, que representou o diretor-geral, Marcio Szechtman, impossibilitado de comparecer. Também estiveram presentes: o diretor de Análises e Estratégia de Energia do CAF, Mauricio Garrón; o diretor Executivo da Cier, Juan José Carrasco; o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Augusto Barroso; o gerente executivo do Centro Regional de Operação Sudeste do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e conselheiro do Bracier, Jayme Darriba; e a presidente-executiva da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), Elbia Gannoum.

 

A programação do evento foi dividida em painéis, nos quais foram apresentados panoramas e perspectivas da energia eólica em países da América Latina e no Brasil. Foram contempladas as visões da comunidade acadêmica, do planejamento, do operador do sistema elétrico, bem como dos empreendedores.

 

O contexto e as perspectivas da energia eólica no Brasil foram abordados pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, a quem coube proferir a palestra de abertura do workshop.

 

Cepel lança nova versão do Atlas do Potencial Eólico Brasileiro

 

Ainda durante o primeiro dia do encontro foi realizado o lançamento do Atlas do Potencial Eólico Brasileiro – Simulações 2013, editado pelo Cepel. O trabalho, que passou a estar disponível para consultas em http://www.novoatlas.cepel.br/, foi apresentado durante painel sobre a experiência de países da América Latina com atlas eólicos.

 

No segundo e último dia do workshop foi realizado painel sobre a integração energética entre os países da América Latina e possibilidades de negócios. Foi promovida, ainda, mesa redonda para discutir as perspectivas de expansão do uso da energia eólica na região.

 

A relação entre energia eólica e integração energética regional foi um dos aspectos destacados pelo diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do Cepel, Raul Balbi Sollero, na abertura do evento. “A integração energética é um tema que se torna absolutamente tempestivo quando se discute a energia eólica, pelos benefícios advindos da integração de fontes em grandes áreas geográficas, que permite a captação de efeitos de sazonalidades, de diferentes fusos horários e de diferentes perfis de demanda, que podem facilitar a sua integração no sistema elétrico, tendo em vista suas características de variabilidade e intermitência. De fato, ao mesmo tempo em que essa fonte de energia se mostra cada vez mais atraente, tanto do ponto de vista técnico quanto comercial, ela ainda apresenta desafios de operação, tendo em vista suas características de variabilidade, entre outras, que podem ser minimizados pela diversificação”, afirmou Raul Sollero.

 

O diretor Executivo da Cier enfatizou a importância da realização do workshop em um centro de pesquisas como o Cepel. “A energia eólica é um tema importante para o Cepel, pois agrega os aspectos de inovação e desenvolvimento”, afirmou Juan José Carrasco, citando algumas questões abordadas nos debates, como a previsão de recursos e a resolução de problemas de conexão à rede.

 

“O conhecimento, pelos países, dos recursos energéticos dos seus vizinhos contribui para a integração energética regional. Neste sentido, a disponibilização do Atlas do Potencial Eólico Brasileiro – Simulações 2013 contribui para a difusão do conhecimento, para o próprio Brasil e países vizinhos, de um dos recursos energéticos mais importantes da América Latina, a exemplo do que já fizeram países como Colômbia e Peru”, explicou o chefe do Departamento de Materiais, Eficiência Energética e Geração Complementar (DME) do Cepel, Ary Vaz Pinto Junior.

 

Ao final do evento, o diretor Executivo da Cier destacou o nível das palestras feitas nos dois dias do encontro. “As apresentações foram muito importantes e marcaram bem a posição do Brasil em relação aos temas abordados”, afirmou. Segundo Juan Carrasco, o Brasil responde por mais de 40% do sistema energético da América Latina e, portanto, tem um peso imenso na região.

 

O diretor de Análises e Estratégia de Energia do CAF também fez um balanço positivo do evento. “O workshop foi muito interessante, pois possibilitou a troca de experiências sobre a situação da energia eólica em diferentes países da América Latina, bem como permitiu antecipar as grandes questões que serão discutidas no futuro”, concluiu Mauricio Garrón.

 

Leia mais:

Cepel lança Atlas do Potencial Eólico Brasileiro – Simulações 2013