• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Furnas e Cepel avaliam reatores em subestação de Goiás

Notícias

Furnas e Cepel avaliam reatores em subestação de Goiás

18-12-2018

Furnas e Cepel avaliaram três reatores da classe de 345 kV da subestação Itumbiara,  de propriedade de Furnas e localizada no estado de Goiás. Na ocasião, além da análise de gases no óleo, foram realizados  ensaios de emissão acústica e descargas parciais pelo método elétrico. Furnas  ficou responsável pela medição e avaliação da emissão acústica, e o Cepel, representado pelos pesquisadores Hélio Amorim e Thiago Baptista e pelo técnico João Borges, pela medição de descargas parciais. O monitoramento, que teve duração de  aproximadamente 12 horas, ocorreu entre os dias 13 e 14 de novembro.

 

Hélio explica que os reatores são equipamentos elétricos de suma importância para o Sistema Elétrico de Potência, possuindo como principal função o controle de tensão e, consequentemente, contribuindo para a operação segura do sistema. “A maioria destes equipamentos opera em regime intermitente, sendo ligados somente em certas horas do dia.  Mesmo assim, sua ausência intempestiva, causada por uma falha, por exemplo, pode resultar em sérios danos ao sistema elétrico, bem como colocar em risco os trabalhadores de uma subestação”, assinala.

 

“Monitorar este tipo de equipamento elétrico sempre representa um desafio técnico para toda a equipe, à medida que o mecanismo de medição de descargas parciais é semi-invasivo. Para tanto, há a necessidade de desligamentos tanto para a instalação, quanto para a retirada dos sensores, o que impõe um procedimento cirúrgico para realizar a operação no tempo preestabelecido”, acrescenta Hélio.

 

Após o monitoramento, um laudo parcial foi fornecido aFurnas que, adotará as medidas cabíveis para realizar a manutenção em um dos reatores que apresentou descargas parciais internas.

 

Participaram da atividade, por Furnas, Alexsandro Nunes e Ivair Dias, além do grupo de apoio da própria SE Itumbiara.