• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Pesquisadores do Cepel apresentam nova funcionalidade do ANAREDE a engenheiros do ONS

Notícias

Pesquisadores do Cepel apresentam nova funcionalidade do ANAREDE a engenheiros do ONS

26-09-2018

No último dia 13, os pesquisadores  do Departamento de Redes Elétricas (DRE) do Cepel Flávio Rodrigo de Miranda Alves, chefe do DRE,  Paula Oliveira La Gatta e Renan Pinto Fernandes estiveram no Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para ministrar treinamento sobre o módulo de calculo automático de margem de transmissão,  implementado no programa computacional ANAREDE (Análise de Redes Elétricas).

De acordo com os pesquisadores, o cálculo da margem de transmissão define a capacidade remanescente do Sistema Interligado Nacional (SIN) para escoamento de geração pela Rede Básica, demais instalações de transmissão (DIT) e instalações de interesse exclusivo de centrais de geração para conexão compartilhada (ICG). 

Como vantagens da nova funcionalidade, os pesquisadores destacam: “Além de agilizar significativamente o trabalho das equipes de estudo do ONS envolvidas na determinação das margens de transmissão, permite a reprodutibilidade dos resultados destes estudos pelos agentes interessados em ofertar energia nos leilões”.

O desenvolvimento do cálculo da margem de transmissão foi realizado entre junho de 2017 e junho de 2018, e também contou com a participação do pesquisador Leonardo Pinto de Almeida (DRE). A especificação da funcionalidade incorporada ao programa ANAREDE - e que antecedeu a fase de desenvolvimento - contou com a participação de engenheiros do ONS. A engenheira de Sistemas de Potência Elíbia Teresa Moreira Colaço, da Gerência de Planejamento Elétrico de Médio Prazo, integrou esta equipe e comenta a respeito do treinamento.

"O treinamento sobre a nova funcionalidade do programa ANAREDE foi bastante objetivo e prático, apresentando em detalhes os novos códigos de execução concebidos para o cálculo de margem de transmissão, conforme metodologia atualmente utilizada pelo ONS para leilões de energia. Na oportunidade, também foi descrita em detalhes a forma correta de execução, considerando as limitações atuais que serão objeto de melhorias a serem discutidas posteriormente pelo ONS e o Cepel”, afirma Elíbia.

A engenheira acrescenta que a nova funcionalidade consiste na automatização da metodologia do cálculo de margem, um processo que antes era predominantemente manual, envolvendo um imenso esforço na simulação de inúmeros casos de fluxo de potência.Como o uso dessa nova ferramenta reduz o esforço das equipes envolvidas neste tipo de estudo, os analistas irão dispor de mais tempo para aprimoramento das simulações e dos seus resultados, como a possibilidade de incluir novos cenários energéticos, mais contingências e várias combinações de barramentos candidatos, conferindo maior robustez ao resultado final do estudo”, pontua.

Outro aspecto importante da nova funcionalidade ressaltado por Elíbia é “a facilidade de reprodutibilidade dos resultados, contribuindo não só para as atividades do ONS, como também para a compreensão dos agentes externos sobre o estudo de cálculo de margem de transmissão nos leilões de margem”.

O gerente de Planejamento Elétrico do Norte e Nordeste da Diretoria de Planejamento do ONS Laércio Flávio de Meneses Guedes e a engenheira de Sistemas de Potência Roseane de Souza Nunes também ressaltam a relevância da nova funcionalidade: “Será de grande importância para dar celeridade, confiança e transparência nos estudos elétricos desenvolvidos pelo ONS, para determinar a margem de transmissão da Rede Básica, DIT e ICG, calculada para subsidiar os leilões de geração promovidos pelo MME. Destacamos ainda a competência da equipe do Cepel no desenvolvimento dessa funcionalidade, bem como no treinamento efetuado para capacitar os empregados do Operador na utilização da ferramenta”.

A nova funcionalidade será disponibilizada à comunidade de usuários do ANAREDE na versão 10.2.5 do programa, que será liberada para download em breve.