• VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENVIAR
  • A+ A-
Treinamento apresenta importantes aprimoramentos implementados no programa ANAREDE

Notícias

Treinamento apresenta importantes aprimoramentos implementados no programa ANAREDE

08-08-2018

O Departamento de Redes Elétricas do Cepel realizou, entre 01 e 03 de agosto, treinamento do programa computacional ANAREDE. Dentre as novidades da versão do programa usada nesta edição do curso estão melhorias na interface gráfica e nos desenhos de diagramas, bem como nas opções de redespacho e desbalanço de potência e de inicialização de barras.


Mas, como assinalam os instrutores, pesquisadores Renan Pinto Fernandes e Paula Oliveira La Gatta, a principal novidade desta edição foi a apresentação do novo módulo para Cálculo de Margem de Transmissão. Apresentada ainda superficialmente no curso, a ferramenta foi desenvolvida em parceria com o Operador Nacional do Sistema (ONS) para uso nos cálculos de leilões de energia, garantindo reprodutividade e facilidade de execução, e estará disponível aos agentes do setor elétrico brasileiro na próxima versão oficial do ANAREDE, prevista para o final de 2018.


Programa mais usado no Brasil para análise de sistemas elétricos de potência em regime permanente, o ANAREDE foi desenvolvido com o objetivo de atender ao sistema elétrico brasileiro e, por essa razão, possui modelos e implementações que o refletem muito bem. “Isso, por si só, já é um grande diferencial, uma vez que o programa possui modelos e parâmetros adaptados ao dia a dia dos usuários brasileiros. Além disso, sua ferramenta de fluxo de potência é extremamente eficiente e confiável, e sua interface gráfica, amigável, propiciando um uso simples e intuitivo na confecção de diagramas que representam a rede. Outro fato importante é a facilidade de comunicação dos usuários com a equipe de desenvolvimento. Já tivemos muitas implementações feitas por sugestões de usuários, inclusive de participantes do curso”, pontuam Renan e Paula.


Os pesquisadores acrescentam que a pretensão é que o ANAREDE continue sempre representando o estado da arte para estudos de regime permanente e que possa ser o ponto de partida para os demais estudos necessários para o planejamento e a operação do sistema.


Prova disso são os constantes aprimoramentos por que passa o programa. Somente Renan e Paula, que integram a equipe do ANAREDE há apenas três anos, já participaram ativamente do lançamento de sete versões do programa. “Participamos, por exemplo, da implementação de melhorias na interface gráfica, na execução das ferramentas de fluxo de potência continuado, fluxo de potência com regulação primária, análise de região de segurança, da opção de inicialização de barras IANG, melhorias na ferramenta de recomposição, melhorias na ferramenta de análise de sensibilidade e na representação de modelos de Compensadores Estáticos, Defasadores e Elos CC, além da melhoria da comunicação do ANAREDE com os demais programas do Cepel, como o ANATEM, FLUPOT, ANAFAS e PacDyn, dentre outros”, afirmam os pesquisadores.

 


Novos usuários

 

Participaram do treinamento 23 representantes da Eletrobras, Furnas, Eletronuclear, Copel, Celesc, Echoenergia Participações, EDP Espírito Santo Distribuição de Energia, Elektro Redes, Universidade Federal de Itajubá e Universidade Federal de Outro Preto. Para a maioria dos participantes, foi primeiro contato com o ANAREDE, e as expectativas são as melhores possíveis:
“A equipe desenvolvedora do programa abordou o assunto com total dedicação. O curso será importante para meu desenvolvimento profissional e acadêmico, pois pretendo mudar de setor em breve, e a ferramenta será muito útil”, diz Francisco Costa, que atualmente é encarregado de turno (operador de hidrelétrica e subestação) de Furnas.


O engenheiro Felipe Braga, da Celesc acrescenta: “Estou começando a usar o programa agora em uma nova atividade. O ANAREDE é um programa extremamente complexo, logo este treinamento básico será fundamental”.

 

O módulo sobre o ANAREDE integra o Ciclo de Cursos anual do DRE. Para mais informações e inscrições, acesse: https://dre.cepel.br/