O Cepel realizou, na semana de 22 a 26 de novembro, treinamento prático para implementação da Portaria n° 269/2021, do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) no Brasil.  A nova Portaria visa aperfeiçoar os Requisitos de Avaliação da Conformidade para Condicionadores de Ar, estabelecendo o Índice de Desempenho de Resfriamento Sazonal (IDRS), a reclassificação das categorias de eficiência energética e determinando outras providências para a disponibilização destes produtos no mercado nacional. A partir de 31 de dezembro de 2022, somente os condicionadores de ar em conformidade com as disposições da Portaria poderão ser comercializados no mercado brasileiro.

Voltado a representantes do Ministério de Minas e Energia (MME), Eletrobras/Procel, Inmetro e do Cepel, o treinamento integra o Acordo de Cooperação entre Japão e Brasil em Conservação de Energia, estabelecido entre o MME e o Ministério de Economia, Comércio e Indústria do Japão (METI), em dezembro de 2019, e do qual o Cepel participa por meio de apoio tecnológico. O Acordo visa promover a eficiência e a conservação de energia no Brasil por meio da eficiência energética de aparelhos elétricos – em especial, condicionadores de ar e geladeiras – e a eficiência energética na indústria de uso intensivo de energia.   A iniciativa foi estabelecida com base nos resultados do projeto anterior de cooperação Japão – Brasil, implementado entre 2015 e 2017.  

“O treinamento oferecido por meio da cooperação entre o Ministério da Economia, Indústria e Comércio do Japão e o Ministério de Minas e Energia vai proporcionar a capacitação laboratorial para integração dos requisitos de teste da norma ISO 16358-1 de avaliação de desempenho de aparelhos de ar-condicionado. O Cepel é fundamental para o sucesso da iniciativa, fazendo uso do equipamento doado pela Daikin e preparando seu corpo técnico no apoio à evolução da eficiência energética dos equipamentos consumidores de energia produzidos no país, considera Alexandra Maciel, analista de Infraestrutura da Coordenação Geral de Eficiência Energética do MME.

O Cepel atua no projeto, prestando apoio técnico-científico e disponibilizando a infraestrutura de seu Laboratório de Eficiência Energética para realização de ensaios em condicionadores de ar.  No treinamento, foi apresentada toda a parte prática para aplicação da norma ISO 16358-1, base normativa da Portaria n° 269/2021, desde a montagem do equipamento sob ensaio, até o processo de medição do desempenho do equipamento e avaliação dos resultados. 

“Essa fase do projeto é relevante para uniformizar a metodologia de ensaios nacionais às práticas internacionais, o que irá propiciar a melhoria da qualidade e do desempenho dos produtos no mercado brasileiro, além de contribuir para o aprimoramento dos regulamentos brasileiros de condicionadores de ar e dos critérios de eficiência energética baseados em padrões internacionais”, explica a pesquisadora Alessandra Souza, responsável pelo Laboratório de Eficiência Energética do Cepel.

O treinamento foi conduzido pelo pesquisador do Centro Paulo dos Santos, utilizando  material didático enviado pela ECCJ/JATL (The Energy Conservation Center/

Japan Air Conditioning And Refrigeration Testing Laboratory), do Japão. O pesquisador destaca que o treinamento foi muito produtivo, principalmente na parte de instalação das amostras, com procedimentos detalhados e rigorosos que visam evitar erros de montagem, que poderiam prejudicar os resultados de ensaio. Quanto à metodologia de ensaio, essa já era conhecida e se baseia na ISO 5151:2017, complementada pela metodologia de ensaios sazonais, ISO 16358-1.

Laboratório de Eficiência Energética do Cepel

Com equipamentos de última geração e equipe multidisciplinar, o Laboratório realiza ensaios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação (Cgcre) do Inmetro, e que apoiam os principais programas de eficiência energética do país, como Selo Procel e Programa Brasileiro de Etiquetagem – PBE Inmetro. Clique aqui.