O Cepel acaba de validar em campo o sistema IMA-Acústico, um dos seus mais novos produtos na área de gestão de ativos. Sem similares no Brasil, a solução é voltada ao monitoramento de equipamentos elétricos de alta tensão pela metodologia de emissão acústica, sendo capaz de registrar, processar e apresentar informações sobre a ocorrência de sinais internos em subestações isoladas a gás – SF6. Os testes foram realizados na Subestação de Grajaú (Rio de Janeiro – RJ), da classe de 500kV, com apoio de Furnas.  

O IMA-Acústico integra a linha de produtos IMA, composta pelo já premiado internacionalmente IMA-DP (medição de descargas parciais), pelo IMA-CTD (medição de capacitância e tangente delta), IMA-DP UHF (medição de sinais elétricos em ultra-alta frequência) e o IMA-Gap (medição de entreferro). O pesquisador Hélio Amorim, gerente do projeto, explica as vantagens da nova solução para o setor elétrico nacional. Segundo ele, os equipamentos de alta tensão podem apresentar defeitos internos, de origem térmica, mecânica ou elétrica, gerando ondas sonoras. Estas ondas se propagam e vão de encontro à parede do equipamento. Com os sensores e um circuito de processamento de sinais especialmente desenvolvido pelo Cepel, é possível transformar o sinal sonoro em elétrico, possibilitando, assim, sua aquisição e utilização em monitoramento preditivo do equipamento.  

“É como se uma pedra fosse jogada em uma piscina. Ela forma ondas que vão fluir em todas as direções até encontrar as bordas da piscina. Com vários sensores espalhados pelas bordas é possível, obtendo o tempo de chegada de cada onda, calcular o ponto exato em que a pedra caiu. Esse mecanismo recebe o nome de triangulação de sinais”, esclarece Hélio.  

Hélio ressalta que o Cepel atingiu alto grau de maturidade neste ramo de atuação.  “Hoje, poucas empresas no mundo fornecem soluções do gênero, o que torna o investimento bastante elevado. O que pretendemos, ao nacionalizar o produto é, além do avanço tecnológico, tornar a solução mais acessível economicamente às empresas, potencializando o seu uso”, completa, acrescentando que, em breve, o IMA-Acústico também será expandido para o monitoramento de transformadores de potência e reatores. 

Além de Hélio Amorim, participou dos testes do IMA-Acústico, pelo Cepel, Daniel Argolo. Por Furnas, estiveram presentes Rodrigo Maia, Gabriel Angelo Vieira e Alexander Haquim. 

O IMA-Acústico já está disponível para comercialização. Os interessados em conhecer melhor o sistema, ou realizar testes de avaliação, devem enviar email para dga@cepel.br, solicitando mais informações.