Na última segunda-feira, 10 de janeiro, teve início o programa de capacitação para os colaboradores de Furnas, associada fundadora do Cepel, abordando as novas funcionalidades do SINAPE.Net. Trata-se de um sistema desenvolvido pelo Centro para auxílio à análise de perturbações em sistemas elétricos de potência, baseado na utilização de diversas informações, particularmente de oscilografias digitais. Além de Furnas, também utilizam o SINAPE.Net o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), CGT Eletrosul, Eletronorte e outras empresas do sistema elétrico brasileiro, como Cemig, CTEEP e EVoltz.

Entre as melhorias aplicadas na versão mais recente do sistema, lançada em março de 2021, se destaca o coletor de oscilografias, que permite a coleta de arquivos de oscilografia diretamente de IEDs de proteção e de registradores de perturbação. Esta ferramenta ganhou diversos recursos para uso em empresas com grandes parques de dispositivos de oscilografia, contando com a possibilidade de formação de grupos de dispositivos, coleta programada ou sob demanda, interface melhorada para configuração e teste da configuração, utilização de protocolo IEC 61850, FTP, SSH, entre outros.

Já na interface do SINAPE.Net, foi disponibilizada uma nova versão do diagrama de rede, que permite visualizar a configuração unifilar do entorno da região envolvida na perturbação e correlacionar o evento a outros em estudo. Foi aprimorada a indicação da direção da corrente de falta e acrescida a alternativa de se estabelecer um período de tempo para correlação de outros eventos.

Com uma interface moderna e inovadora, as telas de análise gráfica do SINAPE.Net passaram a ser flutuantes, permitindo alteração do tamanho para melhor visualização. A informação sobre a falta, disponibilizada na lista sinóptica de eventos, permite agora customizar a visualização dos valores da duração do distúrbio e da corrente no último ciclo antes da abertura da linha de transmissão, para rápido acesso à informação.

Além disso, também foi otimizada a assertividade do algoritmo de localização de faltas por impedância em dois terminais, por meio de melhorias na modelagem da falta e da compensação de erros da medição do ângulo.

Quanto às novas funcionalidades, os usuários contam com a possibilidade de visualizar na forma de sinais no tempo os valores resultantes do cálculo da frequência, Rocof, fasores e componentes simétricos.  Na tela de localização de faltas (trata-se de um dashboard autoatualizado, com os resultados mais recentes, para uso em centros de controle), foi incluída a possibilidade de acessar diretamente o relatório detalhado da perturbação e também a tela de mapa, onde é feita a representação da linha de transmissão com o posicionamento da falta e de pontos de queimadas na vegetação.

Nesta atualização, os usuários do SINAPE.Net podem exportar a lista de registradores oscilográficos para uma planilha, facilitando a utilização do sistema como registro primário do cadastro destes dispositivos.

Sobre a expansão do uso do software, o pesquisador e gerente do projeto, Marco Antonio Macciola Rodrigues, comenta: “com o crescimento da base de clientes, estamos buscando soluções alternativas para esses treinamentos, como a utilização de serviço na nuvem e de uma base de dados genérica para poder fazer treinamentos para mais de uma empresa. Além disso, está no radar o desenvolvimento de treinamentos online usando ferramentas especializadas.”

Usuário e administrador da plataforma há mais de seis anos, o engenheiro elétrico de Furnas Renato Weingartner Pernas avalia: “A ferramenta é incrível. Além de organizar os registros de oscilografia dos mais de 280 Registradores Digitais de Perturbações de Furnas, também faz automaticamente uma pré-análise e a localização de faltas nas linhas de transmissão, agilizando a coleta de informações e as análises das perturbações que são realizadas pelos engenheiros de proteção”. Pernas considera um diferencial da plataforma a disponibilidade do suporte em tempo integral: “a equipe de desenvolvimento da ferramenta está disponível para qualquer dúvida e está sempre buscando melhorias e melhor desempenho.”

Está previsto para o dia 14 de fevereiro, um novo treinamento no SINAPE.Net, desta vez para a Cemig-D. A ação faz parte do projeto de implantação do sistema na empresa, em parceria com a Concert Technologies, empresa sediada em Belo Horizonte (MG).